Pages

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

The Event - 101 "Pilot"

Primeiro digo que a premiere de "The Event" superou minhas expectativas. Confesso que fiquei meio "perdido" em alguns momentos com todos aqueles "flashs" para frente e para trás mostrando pontos de vistas diferentes e apresentando os personagens. Por outro lado, acho que esse formato foi o que mais me agradou no episódio! Além claro, de todo o mistério que a série nos faz mergulhar e que nos deixa completamente sem saber o que está acontecendo. E esse deverá ser o ritmo e o caminho que a série seguirá.

E também já posso ver que vamos fazer algumas "comparações" da série com LOST, FlashForward e, eu iria até mais longe, com The 4400 (se não assistiu, tá perdendo tempo!). A verdade é que FlashForward começou bem e se perdeu. Gostei mais do premiere de The Event. LOST, quem me conhece sabe, está acima! Mas já apostaria que teremos algo parecido com The 4400. Não vou entrar em detalhes para não estragar a festa de quem for atrás de The 4400... Mas aquela "bola de luz"...

Ainda é muito cedo para entrarmos naquele jogo de teorias e palpites. Não vou embarcar nessa por enquanto, só minha referência à The 4400 já dá uma dica do que penso. Mas acredito que teremos muitos personagens. Quem imaginaria que o sogrão do Sean é que estaria no comando do voo 514 da Avias Air!? Pelo jeito, cada um terá um certo papel e influência na trama.

Vamos aguardar...

E para encerrar, que tal alguns pontos que achei interessante!?
- Que elenco na Casa Branca, hein!? Aliás, juntar conspirações com "eventos" misteriosos que podem ter várias origens e desaparecer com um avião em plena queda sempre dá algo bacana...

- Para onde foi o avião!? Não, eu não acho que acabou em um universo paralelo onde mudou de número para 815 e caiu em uma ilha... Não acho que tenha mudado de número.

- Produtores adoram um avião... LOST e Fringe começam sua jornada em um avião. São sucesso! The Event pode entrar no mesmo "voo"...

- Já temos nossa personagem "eu-sei-mas-não-te-conto-tudo-agora": Sophia. Gostei dela, senti um ar "Arquivo-X" na moça...

- Se você acha que são aliens, você pode estar certo!

- Se você acha que são terroristas, você pode estar certo!

- Se acha que é obra de Jacob, aí já está forçando a barra... Eu acho!

Agora quero saber o que vocês acharam do episódio e o que esperam da série. Vou fazer uma cobertura mais suave por aqui, vamos nos divertir e curtir a série. Ainda tem Hawaii Five-0 que a Juliana vai trazer para vocês.

Hoje estréia Undercovers, a nova aposta de JJ Abrams e temos o segundo episódio de Survivor!

E não custa nada indicar o Perdidos para seus amigos no Twitter ou Facebook, certo?

Abraço e até mais!

Leco Leite

3 comentários:

netiteve disse...

Não tem como não ficar tonto com esse piloto nos primeiros minutos. E o vai e vem chega num nível que parece que vai desandar. Mas não é que tudo se encaixa e a trama fica boa? A salvação. :)

O que não gostei foi do conjunto elenco/personagens. Faltou tempero no texto para dar uma afinidade para com eles. Isso também foi um dos problemas graves de FlashForward; e que Lost nunca passou perto.

Miseralvemente vi apenas um episódio de The 4400, o piloto. Então não sei se vai pelo mesmo caminho.

Acho que semana que vem The Event já confirma se funcionará ou não. Torço para que dê certo, afinal sou mais um dos que se surpreenderam com a estreia.

Thomas N Ferreira disse...

Achei ótimo. Essa mistura de mistério/conspiração/flashes já provou dar certo em ocasiões anteriores, como você bem citou, Leco, mas precisa ser mantida uma trama correta, o que infelizmente nós perdemos com "FlashForward".

A narrativa do episódio foi mesmo o que mais ganhou pontos comigo nesse piloto. Zigue-zagueando em flashes, ele te obriga a manter-se atento durante todo o episódio, para situar os acontecimentos numa linha temporal.

Me pareceu uma série classuda, mas como eu, espero que vocês tenham aprendido a não apostar todas as fichas numa série logo no piloto. Aguardemos ela mostrar a que veio.

Thomas N Ferreira disse...

Observação: Assim como em LOST, várias referências ao Brasil e a São Paulo.