Pages

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Sons Of Anarchy 03x11 "Bainne"

Para uma terceira temporada que estava sendo esculhambada pelos fãs como a mais morna, esse episódio veio para calar a boca de muita gente. Eletrizante, empolgante, surpreendente, todos esses adjetivos são poucos para descrever o que aconteceu em Belfast com os Sons e em Charming com Tara.

Jax realmente desistiu de Abel. Li muita gente chamando o príncipe dos Sons de covarde. Discordo. É preciso muita coragem para abrir mão do filho simplesmente por que você o ama demais para condená-lo a uma vida que você sabe que vai acabar em tragédia.

Jax tem tentado sair da marginalidade desde a primeira temporada e sempre esbarra em alianças que precisam ser feitas, pessoas que ama que precisam ser protegidas. Abriu mão da mulher que ama por amor e agora chegou a vez do filho. Não gosto muito dessa atitude “sacrificadora” do personagem, mas entendo o seu dilema moral.

Mas tinha uma pedra no caminho e essa pedra se chama Gemma. Concordo com Kristin dos Santos quando ela disse que esse episódio ia nos fazer pensar que o nome da série deveria mudar de Sons Of Anarchy para Daughter Of Anarchy. Arrepiante a cena em que Gemma coloca uma arma na cabeça de um bebê e diz que vai parti-lo ao meio se a irmã não entregar o endereço dos pais adotivos de Abel. Essa mulher tem gelo nas veias.

Outra cena sensacional dela foi quando Jax conta que não foi capaz de tirar Abel de uma vida feliz e jogá-lo na merda de vida que ele tem. Gemma simplesmente soca a cara de Jax. Gostei por que como fã da série, acho que Jax estava merecendo uns socos. E ela ainda joga na cara dele que não vai adiantar abrir mão de Abel, uma vez que Tara está grávida. A cara de pastel que ele fez por finalmente saber isso e se sentir a besta quadrada que foi com Tara, amenizou um pouco da raiva que sinto dele por ter dormido com a Porn Star.

Jax nem tem tempo de digerir essas informações e já é bombardeado com a notícia de que Jimmy torturou e matou o ajudante do Padre Keller pelo endereço dos pais de Abel, uma vez que precisa de um refém para se safar da vingança do IRA.

Mais uma vez me emocionei com Jax tendo dimensão da tragédia que cerca sua vida e do poder nefasto que ela tem sobre as pessoas à sua volta. Jimmy mata cruelmente os pais adotivos de Abel. Jax faz questão de colocar a mãe na cama, de mãos dadas com o pai, como forma de agradecimento pelos momentos felizes que proporcionaram a seu filho.

Padre Keller fez a uma única coisa descente em sua participação na história dos Sons e trocou de lugar com Abel, que finalmente foi para os braços de Jax. Que Jimmy o mate, afinal Padre Keller é o mais escroto dos vilões da série.

Tara mostrou que está se tornando uma verdadeira Old Lady, digna de sentar no trono ao lado do príncipe. Cortou a jugular da namorada do Salazar e ainda apontou uma arma para o bandidão exigindo a liberdade de Margareth. Mas se deu mal no fim quando não conseguiu manter Luiza viva e agora está à mercê da ira de Salazar.

Não por muito tempo, por que Jax está voltando para Charming e foi avisado por Tig de tudo que rolou na sua ausência. Não tenho dúvidas que Jax salvaria Tara mesmo se ela não estivesse grávida, mas saber que mais um filho seu pode lhe ser tirado, será um fator de motivação muito forte para ele.

E Stahl? Como ela vai lidar com o fato que Jimmy fugiu? Que influencia terão na vida de Jax as cartas de JT que Maurren colocou na mala dele? Qual a reação de Jax quando descobrir que JT desconfiava de uma traição de Gemma e Clay? Jax deixará Salazar viver para contar que foi Hale quem matou o velhinho da academia e assim livrar Charming de mais um escroto? Tara sairá viva disso tudo? O próximo episódio June Wedding promete. Pelo nome, acredito que o acordo com Stahl terá o seu ápice, uma vez que o nome dela é June.

Beijinhos
Lilica

0 comentários: