Pages

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

O retorno de Fringe - 310 "The Firefly"

Fringe voltou! Estreiou na Sexta-feira sombria da Fox e ainda teve um aumento na audiência!

Para ser sincero estava meio sem vontade de voltar a escrever, mas quando assisto algo como Fringe fico pensando em milhares de coisas durante o episódio e acho legal compartilhar essas maluquices com meus amigos fãs de séries e, especialmente, de Fringe!

A temporada ainda segue um ritmo excelente e fica cada vez melhor. A trama parece que cresce cada vez mais e tem horas que perco a noção do tanto que ainda podemos ver. Como o próprio Peter disse para Olivia no episódio, "quando parece que temos algumas respostas, mudam as perguntas". Sério, alguém mais lembrou de LOST nesse momento!?

Tivemos também uma grande participação especial nesse episódio: Christopher Lloyd, o eterno Doc Brown de "De Volta para o Futuro"!! E todo o episódio pareceu mesmo uma grande referência ao filme.

Começando com o ano da morte do filho de Roscoe Joyce (personagem de Lloyd no episódio), 1985. Quem é fã de "De Volta para o Futuro" como eu, lembrou na hora do segundo filme da trilogia quando aquela revista com os resultados esportivos causou toda a confusão, criando a linha alternativa do tempo a partir do ano de 1985, com Biff Tanen se tornando o homem mais poderoso do mundo... Inesquecível!!

Bom, de volta à Fringe, vimos o tempo sendo "dobrado" e Roscoe reencontrando seu filho com a ajuda do Observador! Quando ele aparece sempre é demais. Ainda mais quando brincam com a linha e a manipulação do tempo!

Cada vez mais parece que Peter será o sacrifício final de Fringe, com um sofrimento triplo dele, Olivia e Walter. Se Walter foi capaz de escolher entre uma estranha e seu filho, deixando a vida de Peter por conta de "consequências aleatórias", claro que ele vai entender quando Peter tiver que se sacrificar para reestabelecer o equilíbrio entre os Universos.

Mas porque não fazer isso agora, matar Peter? Porque o Observador salvou Walter?

Para mim, a única forma de consertar o rumo das coisas é só um dos Universos existindo. Assim, apenas Walter pode combater Walternativo. E o papel de Peter será ativar uma das máquinas. Ou lá, ou cá.

Peter vai decidir!

Esperamos que ele fique confuso, que pense bem a respeito e que leve mais umas 2 temporadas para escolher, né!?

Me empolguei e, sinceramente, não sei se fui claro em minhas palavras. Fringe me causa isso também...

Abraço e até mais!

@LecoLeite

1 comentários:

Estela disse...

Leco, eu acredito realmente que você deve continuar escrevendo sobre Fringe, assim como fazia com Lost!